6 dicas para evitar a taxa de rejeição no seu site
mar, 29

6 dicas para reduzir a taxa de rejeição no seu site

Antes de começar a entender como reduzir a taxa de rejeição no seu site, é importante saber o que significa a métrica de taxa de rejeição e porque essa é tão importante.

 

O que é taxa de rejeição ?

A Taxa de Rejeição, que foi traduzido do inglês “Bounce Rate” é o percentual de visitantes que acessaram uma única página ou seja , sessões nas quais o visitante saiu do seu site na página de entrada sem interagir com ela. 

Essa taxa é atribuída a visitantes que entraram no seu site, e por algum motivo acabaram saindo por essa mesma página sem realizar qualquer interação dentro do seu site. Existem quatro formas que o Google compreende como forma de saída de dentro do seu site:

  • Digitação de uma nova url;
  • O usuário clicar em um botão “voltar”;
  • Ficar inativo (30 minutos no padrão do Google Analytics);
  • Fechamento do browser;

Agora que você já sabe o que é, vamos conferir as dicas para reduzir a taxa de rejeição no site.

 

6 dicas para reduzir a taxa de rejeição no seu site

Taxa de rejeição aceitável

O valor da taxa de rejeição depende de diversos fatores, por exemplo, mercado de atuação e objetivo do site. Veja alguns números médios de acordo com cada tipo de site:

  • As páginas de destino – 70 a 90%;
  • Portais como por exemplo G1 – 10 a 30%;
  • Sites de serviço – 10 a 30%;
  • Venda de serviços – 30 a 50%;
  • Sites de conteúdo – 40 a 60%;
  • Blogs – 70 a 98%;

 

Tempo de carregamento

A velocidade de carregamento do site é um dos itens fundamentais para a classificação do site nas páginas de resultados e também para que os visitantes permaneçam navegando no site. Existem diversas técnicas para otimizar sua página e aumentar a velocidade do site:

  • Desativar Plugins desnecessários ;
  • Otimizar imagens;
  • Otimizar o código do site para acelerar o tempo de carregamento do site;

Utilize o PageSpeed para ver como está o carregamento do seu site.

 

Seja criativo com os Call To Action

Os Call To Action são as chamadas de ação. Neste momento, ser criativo ajuda a fisgar a atenção do usuário que está navegando em seu site.

  • Use cores chamativas;
  • Botões flutuantes;
  • Seja específico sobre quais ações você gostaria que os visitantes realizem;
  • Muitos botões de ação em apenas uma página podem confundir o visitante;

 

Palavras-chave específicas

As Palavras-chave (Keywords, em Inglês) são aqueles termos que você insere no seu site com o intuito de descrever o site para as ferramentas de busca. De forma que quando algum usuário estiver procurando por algo que você oferece, as ferramentas de busca identifique que o seu site deve aparecer nos resultados. O uso correto das palavras chaves é um dos fatores que determinam o sucesso do seu site. É importante identificar:

  • Qual é o volume de buscas no Google para palavra chave escolhida;
  • Qual é o valor para cada palavra chave;
  • Analisar a dificuldade para se posicionar;
  • Qual é a posição em que seu site está atualmente para cada palavra-chave;

 

De atenção para o Design do site

Quando o visitante entra em seu site ele precisa encontrar o que está procurando com facilidade, caso contrário sairá do site. Então foque nesses itens para garantir que o usuário tenha uma experiência tranquila em seu site:

  • Navegação simples: Jamais interrompa a navegação do visitante, evite as pop ups e lightbox, incorporar vídeos e sons com reprodução automática também podem incomodar os visitantes;
  • Tamanho da fonte e cor: A fonte do site é um item que não pode ser deixado de lado, ela precisa ter um tamanho legível tanto no desktop quanto no smartphone. Já a cor opte por cores não tão claras e que não tenham muito contraste;
  • Site bem programado: Para que o Google consiga ler e entender o contexto da página é preciso utilizar uma linguagem amigável, o HTML é a melhor opção;

 

Conteúdo atualizado

Se seus artigos mais antigos publicados no blog continuam listados nos mecanismos de busca do Google, atualize-os com informações recentes. Se algum de seus textos antigos tem uma alta taxa de rejeição é provável que o conteúdo dele não esteja entregando aos visitantes o que eles estão procurando.

Concluímos que quanto menor a taxa de rejeição, mais os visitantes navegam dentro do site, melhorando assim as conversões. Pode-se, a partir desses passos, implantar no seu site essas técnicas que possibilitam reduzir a temida taxa de rejeição.