Marketing

4 Minutos

Clipping de notícias: como utilizar para alavancar o seu negócio

Clipping de notícias: como utilizar para alavancar o seu negócio

Ter uma empresa é estar sempre atualizado sobre tudo que cerca as áreas de interesse da corporação. Daí se faz necessário um monitoramento diário das menções sobre o negócio na imprensa, notícias sobre o mercado, a concorrência, os setores em que a empresa é atuante e outros tópicos que podem auxiliar as tomadas de decisão. 

Esse conteúdo todo é reunido e recebe o nome de clipping, uma técnica bastante conhecida na área de assessoria de imprensa, e que envolve o recorte de trechos de teor noticioso que tenha interesse para a empresa ou para os clientes atendidos.

A Associação Brasileira de Empresas de Monitoramento de Informação (Abemo), que realiza o serviço de clipagem desde 1997, aponta que o clipping é fundamental para que gestores acompanhem como a imprensa está tratando a empresa, bem como observar a performance da concorrência nas publicações.

Com a revolução tecnológica, jornais e outros conteúdos informativos alcançaram o ciberespaço e hoje estão em portais online. 

Nesse cenário, o clipping ganhou sua versão virtual e cabe às empresas fazerem esse acompanhamento online.

Quer saber mais sobre clipping e como ele pode ser utilizado para alavancar o seu negócio? Então acompanhe este artigo que preparamos para você.

Mas afinal, o que é clipping online?

O clipping é uma ferramenta que as empresas utilizam com o objetivo de monitorar as menções referentes a elas no noticiário. 

Se antes ele era feito de forma manual, a partir de recortes de jornais e gravações de conteúdos televisivos, hoje o processo pode ser exclusivamente online.

A internet refinou as possibilidades do Clipping de notícias, e hoje não só é possível reunir matérias como também se pode fazer consultas de forma rápida e organizada. 

Há plataformas de clipping online que esquematizam estrategicamente as palavras mais importantes para a empresa. Tudo em tempo real.

Como surgiu o Clipping de notícias?

Não há registros exatos na literatura de quando surgiu o clipping e a relação com as empresas, mas estima-se que essa ferramenta teve origem no século XIX e partiu de um empresário parisiense de nome Henry Romeike. 

Ele teria observado que atores e atrizes compravam jornais exclusivamente para lerem críticas sobre suas performances na noite anterior, daí optou por começar a realizar recortes das menções e entregar para os artistas interessados. 

No Brasil, há estudos que apontam o surgimento do clipping no ano de 1928, no Rio de Janeiro, a partir da fundação da Lux Jornal Clipping de Jornais e Revistas, primeira empresa no país a vender recortes de conteúdo noticioso sobre os interesses dos clientes. 

4 vantagens de começar a fazer clipping

Uma empresa nunca deve fechar os olhos para o que estão dizendo sobre ela. Quando se pretende alcançar o posto de líder de mercado, então, o clipping alcança um nível de importância ainda maior: o gestor deve acompanhar os passos dos concorrentes e as melhores publicações sobre assuntos de interesse para o negócio, como tendências, inovações no setor, estudos de caso e análises de mercado. 

Monitorar esses conteúdos garantem:

  • Um melhor posicionamento da marca no mercado.
  • Saber reagir em períodos delicados em que se faz crucial um plano de gestão de crise.
  • Alçar a empresa ao crescimento a partir do ganho de produtividade e redução de custos.
  • A automação da tecnologia possibilita que o clipping seja feito de forma rápida e estratégica, otimizando tempo e ainda servindo como guia na hora da tomada de decisões.

Como utilizar o clipping para alavancar o seu negócio?

1- Instrumento na gestão de crise

Em situações delicadas, o clipping se torna fundamental para entender como a mídia está tratando o envolvimento da empresa e saber como reagir. Acompanhando as menções no noticiário, a empresa busca alternativas para se posicionar da melhor forma possível, sem gerar ainda mais problemas. Clipping é, portanto, a base para um bom planejamento de gestão de crise.

2- Instrumento de promoção das atividades da empresa

O clipping também pode ser utilizado como material de promoção de alguma atitude da empresa. Exemplo: um grande portal divulga uma atividade filantrópica da empresa, por exemplo, pode ser disponibilizado no site oficial da empresa a fim de mostrar aos leads e clientes a credibilidade e a responsabilidade social que constituem a organização.

3- Instrumento de capacitação

É possível realizar uma clipagem sobre diversos temas de interesse da empresa a fim de capacitar a equipe e torná-la atualizada sobre os assuntos. Em determinados softwares de clipping, existe a possibilidade de criar acompanhamentos a partir das palavras-chave de interesse, receber os melhores resultados por e-mail, organizar as menções em pastas e criar newsletters para serem compartilhadas diretamente com os stakeholders. Estudos de mercado importantes para traçar novas estratégias e direções, cases de sucesso… A lista é cheia de possibilidades.

4- Instrumento de credibilidade

Implementar uma aba de “Notícias” no site oficial a fim de reunir matérias sobre a empresa é uma estratégia poderosa para atribuir credibilidade. 

Como fazer?

# Tenha objetivos bem definidos

Fazer clipping não consiste em apenas coletar algumas menções da empresa naquele portal online popular. 

Clipping é uma estratégia e para que funcione, é importante traçar objetivos. 

Pode ser desde analisar os concorrentes no mercado de atuação até realizar um acompanhamento com o objetivo de evitar a circulação de fake news a respeito da empresa. 

Ter uma meta em mente atribui assertividade à estratégia de clipping.

# Escolha as ferramentas adequadas

Com metas traçadas, o gestor pode finalmente escolher a ferramenta para realizar o monitoramento. Dê preferência para empresas especializadas na área de clipping e leve em consideração elementos como abrangência do acompanhamento, armazenamento de informações, recebimento de alertas por e-mail e possibilidade de compartilhar relatórios e análises com a equipe.

# Faça relatórios mensais

Para acompanhar os resultados encontrados a partir do clipping digital, é necessário produzir relatórios mensais de todas as ações e objetivos de cada monitoramento. Com os clippings se tornará possível visualizar a evolução da empresa a partir de métricas como o número de menções, se este aumentou ou diminuiu, veículos que publicaram e quantidade de publicações, bem como uma análise de cada conteúdo. 

Vimos neste artigo, o quanto o clipping atua como uma ferramenta essencial no crescimento de uma empresa a partir do monitoramento de um conjunto de informações. Com os monitoramentos, o gestor identifica oportunidades de mercado, dicas de posicionamento e alça a empresa para o sucesso!

E aí, gostou do nosso conteúdo? Confira aqui mais dicas sobre como alavancar o seu negócio.

Comentários

Receba Conteúdos
VIP para crescer

Dicas e conteúdos para empresas que querem crescer