Desenvolvimento de sites

4 Minutos

Otimização de conteúdo: 9 hacks para subir o posicionamento no Google

Otimização de conteúdo: 9 hacks para subir o posicionamento no Google

Admita, seu sonho é ver seu site entre os primeiros no ranking do Google. Em qualquer estratégia de marketing digital esse é o objetivo principal. Mas para isso é necessário que o trabalho de otimização de conteúdo seja feito com maestria. Afinal de contas, assim como você, seus concorrentes trabalham com o mesmo objetivo.

Posicionar-se entre os primeiros no Google é a certeza que você receberá muito mais acessos em sua página. Pesquisa da Internet Marketing Ninjas apontou que o primeiro lugar nas pesquisas do Google recebe, em média, 21% dos cliques.

O segundo lugar recebe 10% e o terceiro, apenas 7%. Consegue perceber a enorme diferença entre estar apenas algumas linhas abaixo?

Por isso, a meta dentro do marketing digital é posicionar-se sempre em primeiro lugar, já que isso representa que seu site receberá muito mais acessos se comparado às demais posições. 

Quer saber como conseguir um excelente posicionamento do seu site, apenas otimizando o conteúdo? Não tire os olhos da tela e confira agora mesmo esse super artigo que preparamos com 9 hacks para subir seu site no ranking do Google e turbinar seus acessos. 

1. O conteúdo é o rei

O primeiro de tudo é ter um conteúdo de relevância. Em 1996, quando a era digital ainda engatinhava, Bill Gates cunhou a frase “Content is King” (Conteúdo é Rei). A internet evoluiu desde lá, os anúncios publicitários se reinventaram, surgiram inúmeras maneiras de divulgar as empresas e mais de duas décadas depois, a frase continua atual.

Hoje o que o público espera após digitar uma palavra-chave no Google é encontrar um conteúdo relevante, que tire suas dúvidas. O nome desta estratégia é Marketing de Conteúdo. Por isso, mais do que nunca investir em conteúdos bem estruturados, que de fato tirem as dúvidas de quem o acessa, é o primeiro passado para um bom posicionamento no Google. 

2. Construa confiança

Alguns anos depois, Bernadette Coleman escreveu: “Content Isn’t King. Trust Is King” (em tradução literal: “Conteúdo não é rei. Confiança é rei”). Pode parecer que estamos nos contradizendo com o hack número 1, mas não estamos: o conteúdo é fundamental em sua estratégia SEO e deve representar 90% do seu foco, mas sem confiança todo o seu trabalho vai por água abaixo.

Um conteúdo relevante e bem escrito fortalece sua relação com seus prospects e aumentam as possibilidades de convertê-los em clientes. Mas a confiança será a chave necessária para que o negócio seja de fato fechado. E dentro do marketing de conteúdo, esse trabalho de confiança ocorre quando usamos as palavras certas. 

A afirmação foi feita por Bernadette Coleman no blog da Moz, e ela está certíssima. O conteúdo é 90% da sua estratégia de Inbound Marketing. Mas qual o objetivo desse conteúdo? Dentre tanto outros, um dos objetivos é fortalecer sua relação com leads e prospects e convertê-los em clientes através do estabelecimento de um relacionamento sólido, de confiança. Sendo assim, podemos concluir que a confiança é a principal maneira de obter conversões e fazer vendas.

A confiança, no marketing de conteúdo, é construída quando utilizamos as palavras certas. E de acordo com Jon Morrow, há 317 palavras que ajudam a melhorar nosso texto, criando uma ligação mais próxima com quem nos lê. Algumas delas são:

  • Autêntico
  • Best-seller
  • Certificado
  • Essencial
  • Pesquisa
  • Resultado
  • Testado
  • Único
  • Verificado

Conseguiu compreender? Usar as palavras certas dentro do seu texto pode ser fundamental para transmitir mais confiança a seu público. Lembre-se que não basta fazer um amontoado de palavras-chave e de palavras que transmitam confiança, se seu conteúdo não é relevante. Mostre antes de tudo ao seu leitor que seu artigo de fato traz respostas às questões que habitam sua mente.

3. Quais suas intenções?

O que você quer com seu conteúdo? Quais suas intenções? Novamente, antes de iniciar seu conteúdo, não o faça apenas pensando em posicioná-lo da melhor forma no Google, por mais que esta seja a real intenção por trás do seu trabalho.

Lembre-se sempre que seu conteúdo deve tratar sempre daquilo que sua empresa oferece. De nada adianta escrever sobre contabilidade se seu negócio é uma escola de ensino fundamental. Ou abordar as novas técnicas agrícolas, quando seu negócio é venda de piscinas. Entregue ao seu cliente conteúdo relevante e que transmita confiança para o seu negócio. 

Lembre-se que toda pessoa ao comprar algum produto ou serviço, quer ter a certeza que quem lhe vende entende realmente do assunto. Por isso, seu conteúdo tem a obrigação de mostrar essa autoridade da sua empresa no ramo que atua.

4. Pesquise palavras-chave

Diariamente, milhões de pessoas acessam o Google e digitam uma palavra-chave. Escolher essas palavras para identificar seu conteúdo são vitais e é por meio delas que o Google mostrará seu site nos mecanismos de busca.

De nada adianta você produzir um conteúdo de qualidade, que transmita confiança, que tenha boas intenções, se ela não for encontrado pelo Google. Por isso é importante você ter em mente quais palavras-chave serão focadas para ranquear bem no Google.

Há inúmeras ferramentas gratuitas e pagas que podem lhe ajudar neste processo e o próprio Google pode lhe ajudar neste processo com o Keyword Planner

5. LSI Keywords

Outra forma de subir o posicionamento do seu conteúdo no Google é usando o LSI (Latent Semantic Indexing, ou indexação semântica latente). Em síntese, as LSI foram criadas para que os buscadores rastreiem não apenas as palavras-chave, mas também sinônimos ou frases correlatas. 

Por exemplo, se você digitar televisão no Google, ele trará também informações sobre preços de televisão, antenas de televisão, entre outros termos considerados de indexação semântica, ou popularmente conhecidas como palavras-chave secundárias.

6. Tenha a palavra-chave na URL

Outra forma de ranquear bem no Google é usando a palavra-chave do seu conteúdo na URL de seu site. Desta forma, o buscador entenderá que você aborda o assunto pesquisado e o posicionará de melhor forma em seu ranking. Este é, aliás, um dos principais itens analisados pelos robôs do Google. 

Como exemplo, se seu artigo tem como palavra-chave contabilidade fiscal, ela deverá estar assim em seu site: www.seusite.com.br/novidades-na-contabilidade-fiscal, e nunca www.seusite.com.br/?p=123. Entendeu a diferença? E sempre use o “-” ao invés do “_”.

7. Estrutura para otimização de conteúdo

Outra forma de subir seu posicionamento no Google é estrutura o conteúdo. Seguindo esta linha, você deve dar mais destaque àquilo que é relevante, deixando temas de menor importância em segundo plano. 

Nesta estruturação hierárquica, os conteúdos devem ser organizados da seguinte forma:

  • H1 (Heading 1). Título da página e que tem a prioridade mais alta, e onde você irá capturar a atenção do leitor
  • H2 (Heading 2). Subtítulos para dividir o tema do conteúdo em tópicos. É fundamental que, ao menos um, tenha a palavra-chave
  • H3 (Heading 3). Subtítulos do H2. São usados para informações extras nos tópicos
  • H4 (Heading 4), H5 (Heading 5). Detalham ainda mais o conteúdo dos subtítulos e mostram que o tema foi cada vez mais aprofundado

Usando essa técnica, o Google compreenderá que seu texto foi bem escrito, possui relevância e deve ser bem posicionado no seu buscador.

8. Escalabilidade do texto

Nada de blocos grandes de texto. O Google considera isso nada amigável e jogará seu conteúdo lá para trás. Por isso, produza seu conteúdo sempre com parágrafos curtos, que jamais ultrapasse sete linhas.

Isso facilita também a leitura e o torna mais atrativo, sendo considerado como mais relevante pelos robôs de indexação do Google. Usar links internos e externos também é vital para mostrar que seu conteúdo possui informações claras ao seu público.

9. Estimule seu leitor a realizar uma ação

O último parágrafo de seu texto é fundamental. Nele, você estimulará seu leitor a realizar uma ação por meio do chamado CTA (calls-to-action). Pode ser a leitura de outro artigo, o compartilhamento nas redes sociais, entrar em contato com sua empresa ou baixar um e-book em seu site. Indiferente de qual estratégia use, ela é vital para o seu negócio e para o seu conteúdo, e o Google lê isso e considera como uma ação relevante e que merece ser destacada nos mecanismos de busca.

Além disso, numa estratégia eficaz de Inbound Marketing, encaminhar seu visitante ao longo do funil de vendas é importante. Ao longo de seu conteúdo, evite tornar suas intenções de venda muito evidentes, que isso pode desestimular a leitura e gerar o fechamento precoce da página, que igualmente será analisado pelo Google, tirando pontos importantes no seu posicionamento.

Como você viu, a otimização do conteúdo é feita de diversas formas e usando o que há de mais moderno em termos de SEO. Seguindo nossas dicas, você pode subir o posicionamento no Google e conquistar mais clientes com o aumento do tráfego do seu site.

Ter uma empresa especialista em marketing digital para desenvolver esta estratégia para você também pode ser uma excelente opção. Afinal de contas, colocar isso tudo em prática requer conhecimento, prática e profissionalismo.

Que tal deixar essa tarefa para uma empresa que é referência em soluções estratégicas de Growth Marketing? A Sardagna Web é apaixonada pela área e, em 7 anos de mercado, acumula cases de sucesso para diversas empresas.

E se sua empresa for o próximo case de sucesso da Sardagna? Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas e saiba como podemos fazer a otimização do seu conteúdo e colocar seu site nas primeiras posições do Google. Estamos te aguardando!

Comentários

Receba Conteúdos
VIP para crescer

Dicas e conteúdos para empresas que querem crescer