Marketing

4 Minutos

7 tendências de marketing que estão mudando 2021

7 tendências de marketing que estão mudando 2021

Estar por dentro das principais tendências de marketing para 2021 é crucial para fazer ajustes e garantir a competitividade da sua empresa no mercado pelos próximos anos. 

Afinal, assim como outras áreas, o marketing está em constante transformação e acompanha os movimentos do comportamento do consumidor, que, por sua vez, também está mudando. 

A pandemia de Covid-19, por exemplo, acelerou ainda mais algumas tendências que já estavam ecoando antes, como o crescimento do social commerce, das lives e das ferramentas de automação.

Para te ajudar, reunimos neste artigo as principais tendências de marketing digital que você deve prestar atenção. Vamos lá? Acompanhe a leitura!

1- Valorização de conteúdos em vídeo

Uma das grandes tendências de marketing digital são os conteúdos em vídeo na web, cujo consumo aumentou em 135% nos últimos cinco anos, de acordo com uma pesquisa encomendada pelo Youtube.

Esse interesse dos usuários pode ser visualizado pelo sucesso do TikTok, uma rede social totalmente baseada em vídeos e que, apenas nos primeiros três meses de 2020, obteve 315 milhões de downloads, tendo hoje cerca de 732 milhões de usuários ativos.

Além disso, a famosa plataforma de vídeos Youtube conta com mais de 2 bilhões de usuários, o que a torna atualmente o segundo maior mecanismo de buscas do mundo, atrás somente do Google.

Frente a este cenário, redes sociais consolidadas fizeram mudanças nos algoritmos, de modo a potencializar mais o engajamento de conteúdos em vídeo do que de outros formatos. É o caso do Instagram, com o Reels, IGTV e stories, e do Facebook, com o Facebook Watch e, também, os stories.

Daí a importância de investir em vídeo marketing, trazendo conteúdo audiovisual não apenas para as redes sociais, mas também em landing pages, já que a estratégia pode aumentar as taxas de conversão em até 80%. 

2- Uso do conteúdo gerado pelo usuário (UGC)

Do inglês “User Generated Content”, UGC se refere ao conteúdo gerado pelo usuário, sem qualquer interferência das marcas. 

Esse material pode ser desde uma resenha em um blog e avaliação nas redes sociais e plataformas como Trip Advisor até comentários nas postagens da empresa e publicações nos stories ou feed sobre a experiência que o cliente teve com o produto ou serviço.

Trata-se de uma forma autêntica de marketing boca a boca digital, que pode ajudar outros consumidores na decisão de compra. Isso porque esse conteúdo é produzido por alguém que já experimentou o produto, logo a opinião é considerada “mais confiável” do que as informações cedidas pela própria empresa.

Tal conteúdo pode ser gerado tanto por um influenciador, quanto por consumidores comuns. O fato é que vale apostar na utilização deste material para deixar a empresa mais acessível para o público.  Você pode fazer isso deixando visível uma avaliação do usuário ou até compartilhando os stories do cliente falando sobre o seu produto.

3- SEO como peça fundamental das estratégias

Outra tendência de marketing digital em 2021 é a valorização do SEO nas estratégias das empresas.  O termo SEO significa Otimização para os Motores de Busca e diz respeito às técnicas que podem ser aplicadas nas páginas de um site para que ele seja melhor posicionado organicamente (de forma não paga) nos resultados de pesquisas de grandes buscadores como Google e Bing.

Os buscadores querem mostrar sites úteis aos usuários, isto é, que realmente solucionem o problema ou necessidade existente. Dessa forma, as marcas que querem melhorar o ranqueamento devem realizar uma análise de como os usuários pesquisam e o que eles desejam encontrar sobre determinados assuntos.

Essa análise pode ser feita em ferramentas como o SEMrush, Ubersuggest, Google Trends e o Planejador de Palavras-chave do Google.

Mas a otimização SEO vai muito além de contemplar palavras-chave ou tópicos que os usuários pesquisam. O algoritmo do Google possui mais de 200 fatores para determinar se um site merece ou não alcançar as melhores posições.

Entre alguns desses fatores, temos:

  • Conteúdo relevante para o usuário;
  • Tags e códigos de página organizados para que os motores de busca entendam;
  • URL amigável, mostrando claramente sobre o que fala cada página;
  • Carregamento rápido;
  • Backlinks ou links externos;
  • Linkagem interna;
  • Palavras-chave do interesse do consumidor;
  • E muito mais;

Segundo uma pesquisa da Search Engine Land, de 2018, 90% dos usuários acessam apenas os links das primeiras posições do Google, deixando de olhar os outros. Logo, investir em SEO é importante para que o público encontre o seu negócio com mais facilidade. 

Leia também::: Como anunciar no Google? Tudo o que você precisar saber

4- Aumento da adesão ao Google Meu Negócio

Para driblar os estragos causados pela pandemia, uma das soluções é investir na divulgação.  Os negócios locais, por exemplo, podem encontrar no Google Meu Negócio uma ótima ferramenta de marketing gratuita.

O diferencial que faz do Google Meu Negócio uma tendência é que ele é gratuito e ainda garante uma ótima exposição nas páginas de respostas do mecanismo de busca e do Google Maps. 

Essa é a forma do Google ajudar pequenos e médios negócios, que não podem investir uma fortuna em marketing digital, a crescer entre seu público.

Com o aumento da adesão das empresas e cada vez mais recursos disponibilizados na ferramenta, espera-se uma maior competitividade pelas posições de destaque nos próximos anos. Isso vai exigir que os empreendedores se aprofundem nas técnicas de otimização do Google Meu Negócio.

5- Vendas pelas redes sociais

Não é novidade o quanto as redes sociais ajudam a descobrir novas marcas, produtos e serviços, certo? Com esse potencial todo, a tendência é aumentar cada vez mais as vendas diretas pela plataforma.

Por isso, as redes sociais estão sempre lançando recursos focados em vendas. O Facebook, por exemplo, oferece o Facebook Marketplace e os anúncios, enquanto o Instagram disponibiliza funcionalidades como a sacolinha de preços, a aba “loja” e coleções.

Embora não resolvam todas as dores e necessidades das empresas em termos de venda, a expectativa é que novos recursos sejam integrados nos próximos anos para potencializar a performance de cada plataforma enquanto “social commerce”.

6- Automação de marketing

A utilização de plataformas de automação de marketing vem crescendo e se consolida como uma tendência no segmento. Prova disso é que mais de 50% das empresas já adotaram a tecnologia para automatizar ações e processos de marketing digital, segundo um estudo realizado pela Emailmonday.

A automação já é considerada a principal ferramenta para nutrir e fazer com que os potenciais clientes evoluam no funil de vendas. Isso porque identifica o interesse do lead e a etapa em que ele está no funil, oferecendo de maneira automatizada todas as informações que ele precisa naquele momento para seguir rumo à tomada de decisão.

Entre algumas técnicas de automação de marketing temos:

  • E-mail marketing;
  • Criação de formulários;
  • Configuração de fluxos de nutrição;
  • Segmentação da base de leads;
  • Lead Scoring;
  • Automatização de posts de mídias sociais;
  • Integração com o CRM de Vendas;

Os benefícios de automatizar algumas ações de marketing são inúmeros, desde maior engajamento, economia de tempo e aumento das oportunidades de venda até geração e nutrição de leads, redução dos esforços de venda e redução do custo de aquisição de clientes. 

Leia também::: E-mail Marketing como ferramenta para vender mais

7- Realização de lives e eventos online

Com o distanciamento social estabelecido para controlar a pandemia, as transmissões ao vivo tomaram conta da web. Um estudo apontou, inclusive, um aumento de 70% nas lives do Instagram em fevereiro de 2020.

E as lives e eventos online só tendem a continuar, já que se mostraram um ótimo recurso para construir relacionamento com a audiência e chamar a atenção para determinados tópicos, isto é, podem ir muito além de entretenimento. 

Você pode organizar transmissões ao vivo tanto para lançar produtos e campanhas, quanto para debater assuntos importantes para o seu segmento. A vantagem é que o consumidor tem a oportunidade de reagir ao acontecimento em tempo real e de qualquer lugar, sentindo-se parte da marca.

Agora que você já conhece as principais tendências de marketing digital de 2021, esperamos que consiga ajustar as suas campanhas e escalar o seu negócio no mercado.

Gostou do artigo? Então confira também::: A importância do CRM de Vendas para o Marketing Digital.
E aproveite para nos seguir nas redes sociais para acompanhar conteúdos incríveis sobre o mundo do marketing digital. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Comentários

Receba Conteúdos
VIP para crescer

Dicas e conteúdos para empresas que querem crescer